was successfully added to your cart.

Podemos diferenciar as variedades através do sabor? O Bourbon é melhor que o catuai? E o Mundo Novo, tem mais corpo que o Tupi?

Já ouvi por mais de uma vez pessoas dizendo que só tomam bourbon amarelo. Sempre sem argumentar. Minha cabeça vira uma explosão de pensamentos, sobre como essa pessoa conseguiu criar esse nível de seletividade no café especial.

Existem centenas de variedades de café. E segundo o Gerson do IAC na entrevista para o Coffeea, no Brasil nos plantamos algo em torno de 120 diferentes variedades e a maioria delas foi criada pelo próprio IAC.

Grande parte dos produtores que conheço apostam em suas lavouras em pouco mais do que 5 variedades diferentes.

E se o que manda no café é o terroir, manejo, pôs-colheita, armazenamento, torra, preparo quando vamos chegar a esse nível de sabedoria? Como vamos ter a certeza que a melhor rubiacea para o meu paladar é o Bourbon Amarelo?

Eu torço e ajudo em alguns testes onde a variedade é escolhida pela qualidade, o desafio é encontrar a melhor planta para determinado terroir. No entanto, precisamos de pelo menos três anos para provar os primeiros frutos e cinco anos para saber se vai vingar. Demora.

Esse assunto é eterno, as variedades são eternas, as variáveis são eternas e a nossa curiosidade também. Continuem provando.

Hugo Rocco

About Hugo Rocco

Fundador, coffee hunter, mestre de torra, q-grader, faxineiro e dealer no Moka Clube